Coronavírus (COVID-19): para os pais

fundo da imagem azul com o texto Novo Hamburgo contra o coronavírus

Nem todas as crianças e adolescentes respondem ao estresse da mesma maneira. Crianças e adolescentes reagem, em parte, ao que veem dos adultos ao seu redor. Quando pais e cuidadores lidam com o COVID-19 com calma e confiança, eles podem fornecer o melhor suporte para seus filhos. Os pais podem ser mais tranquilizadores para os outros ao seu redor, especialmente as crianças, se estiverem melhor preparados.

COISAS QUE VOCÊ PODE FAZER PARA APOIAR SEUS FILHOS:

  • Definir um bom exemplo para seus filhos, gerenciando seu estresse por meio de escolhas saudáveis de estilo de vida, como alimentação saudável, exercícios regulares, sono prolongado e prevenção de drogas e álcool, é fundamental para os pais e cuidadores. Quando você estiver preparado, descansado e relaxado, poderá responder melhor a eventos inesperados e tomar decisões no melhor interesse de sua família e entes queridos.
  • Limite a exposição de sua família à cobertura de notícias do evento, incluindo as mídias sociais. As crianças podem interpretar mal o que ouvem e podem ter medo de algo que não entendem.
  • Tire um tempo para conversar com seu filho sobre a pandemia de COVID-19.
  • Responda a perguntas e compartilhe fatos sobre o COVID-19 de uma  maneira  que  seu  filho  possa  entender. Mantenha as informações simples e apropriadas para a idade do seu filho.
  • Tranquilize seu filho. Deixe-o saber que está tudo bem se ele se sentir chateado. Compartilhe com ele como você lida com seu próprio estresse, para que ele aprenda com você como manejar situações difíceis.
  • Ofereça às crianças/adolescentes oportunidades de falar sobre o que elas passaram ou o que pensam sobre isso. Incentive-os a compartilhar preocupações e fazer perguntas.
  • Tente acompanhar as rotinas regulares. Com o fechamento das escolas, crie um cronograma para atividades de aprendizado e atividades relaxantes ou divertidas.
  • As crianças que precisam de uso contínuo de um aparelho respiratório ou estão confinadas a uma cadeira de rodas ou cama, podem ter reações mais fortes a um desastre real ou ameaçado. Eles podem ter angústias, preocupações ou raiva mais intensas do que as demais crianças, porque têm menos controle sobre o bem-estar diário do que outras pessoas.
  • O mesmo vale para crianças com outras limitações físicas, emocionais ou intelectuais. Podem precisar de palavras extras de tranquilidade, mais explicações sobre o evento e mais conforto e outro contato físico positivo.

Aproveite o momento para estar perto dos seus filhos, invente brincadeiras que os aproximem. Amarelinha, Jogo da forca, Jogo são alguns exemplos para aproveitar o tempo com seus filhos.

SITES DE BRINCADEIRAS PARA CRIANÇAS:

https://brasileirinhos.wordpress.com/brincadeiras/

https://www.tempojunto.com/2019/06/14/top-10-brincadeiras-para-criancas-de-11-e-12-anos/