Procon de Novo Hamburgo adere ao projeto “É no acordo que sairemos mais fortes”

Procon de Novo Hamburgo adere ao projeto “É no acordo que sairemos mais fortes”

Publicado em 16/06/2020 - Editado em 23/06/2020
Cláudia Schenkel (E) foi uma das idealizadoras do projeto
Crédito
Divulgação

O Procon de Novo Hamburgo aderiu, recentemente, ao projeto “É no acordo que sairemos mais fortes”, lançado pela Associação Gaúcha dos Procons Municipais (AGPM). A iniciativa, pioneira no Brasil, objetiva facilitar a negociação em eventuais conflitos devido à crise econômica provocada pela pandemia do Coronavírus.

Neste projeto, os parceiros comerciais recebem um manual com orientações práticas sobre negociação e técnicas para construir acordos. Além disso, após a assinatura do termo de adesão, recebem um selo e se comprometem com o compartilhamento dos resultados obtidos. Assim, o estabelecimento pode comunicar aos seus clientes que está aberto para negociação.

O funcionamento do projeto se estabelece da seguinte forma: inicialmente, a empresa precisa aderir à campanha, seja através do site do projeto, no Procon ou em alguma entidade que aderiu (em Novo Hamburgo, ACI, CDL e Sindilojas). Quando a empresa adere, ela se compromete a adotar algum mecanismo de negociação com o cliente e apresentar o mesmo ao projeto. Ainda, é convidada a gravar um vídeo compartilhando suas estratégicas. Ao aderir, as empresas recebem um manual de boas práticas, com informações sobre os segmentos afetados, orientações de negociação e de como proceder para formalizar os acordos realizados. O manual foi revisado pela AGPM e segue a linha de atuação dos Procons na pandemia.

O consumidor também pode aderir à iniciativa, de duas maneiras diferentes: a primeira, incentivando as empresas nas quais é cliente para que participem da campanha para que ele possa fazer renegociações. A segunda, é com depoimentos de situações em que foi beneficiado pela campanha.

Sobre o papel dos Procons neste projeto, a subprocuradora do Procon de Novo Hamburgo, Cláudia Schenkel, destaca que o Procon continuará cumprindo seu papel legal de zelar pelo equilíbrio nas relações de consumo, auxiliando nos encaminhamentos para que as partes possam resolver seus conflitos por meio do diálogo.

Trazendo para a realidade local, Cláudia destaca que, em Novo Hamburgo, as entidades representativas das empresas (ACI, CDL e SINDILOJAS), já aderiram ao projeto, inclusive, com vídeos falando da importância da ação e encaminhamento de materiais aos seus associados. “Também já temos recebido a adesão de empresas de diferentes segmentos, até porque a campanha atende a todos, pois o diálogo e cooperação será fundamental em toda cadeia consumerista para superarmos esse desafio e retomarmos o desenvolvimento pós-pandemia. Todos os segmentos que tenham situações de dúvidas ou conflito nas relações de consumo podem aderir ao projeto. Há o estímulo para que as empresas façam a adesão, justamente pela sua estrutura e organização que permite o chamamento dos consumidores para o diálogo”, finalizou.

A iniciativa, idealizada pela subprocuradora do Procon de Novo Hamburgo, Cláudia Schenkel, e pela Conselheira do CONDECON-NH, Cláudia Bressler, é promovida em conjunto com a Assembleia Legislativa, através da Comissão Mista Permanente de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, e a Associação Gaúcha dos Procons Municipais (AGPM). Além disso, já são apoiares Tribunal de Justiça, Ministério Público, OAB, Sindicato de Ensino Privado, Fecomércio-RS, Defensoria Pública, Fórum Nacional das Entidades Civis de Defesa do Consumidor e Movimento EMDC.

Mais informações sobre o projeto podem ser conferidas no site www.noacordosairemosmaisfortes.com.br ou nas redes sociais @noacordosairemosmaisfortes.