Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza)/ 2019

Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza)/ 2019

Publicado em 15/06/2019 - Editado em 26/06/2019
Crédito
Arte/PMNH

Assunto: Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe (Influenza)/ 2019.

Objetivo: Fornecer informações acerca do término do período de vacinação contra a gripe no município de Novo Hamburgo.

Fatos: O Ministério da Saúde realizou a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, no período de 10 de abril a 31 de maio de 2019, sendo 04 de maio, o dia de mobilização nacional. O público alvo da Campanha compreendia os seguintes grupos prioritários: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, idosos, trabalhadores de saúde, pacientes com comorbidades, professores, além da população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, policiais civis e militares, indígenas e crianças de 6 meses até menores de 6 anos (2ª dose, após 30 dias, quando trata-se de primeira vacinação).

Seguindo orientações da Nota Informativa SES/ CEVS/ COSEMS, de 31 de maio de 2019, o Departamento de Vigilância Epidemiológica/ Gerência de Vigilância em Saúde (GVS) ampliou a vacinação para a população em geral, a partir de 03 de junho de 2019, em consonância com o preconizado pelo Ministério da Saúde, que mantém na sua página oficial a seguinte informação, entre outras: “A vacina estará disponível enquanto durar o estoque local” 1 .

Considerando: 1 – que ainda existem crianças entre 6 meses até menores de 6 anos de idade que necessitam receber a 2ª dose da vacina; 2 - que o estoque de vacinas do município está reduzido ao número estimado deste público prioritário que ainda deve receber esta 2ª dose e 3 - que não haverá fornecimento de mais doses de vacina pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Estadual de Saúde ao município, seguem as determinações:

* As Unidades de Saúde deverão esgotar as doses que ainda possuem, e não receberão mais doses; * A partir de 17 de junho de 2019, exclusivamente a Casa de Vacina, situada na Av. Frederico Linck, n.º 900, aplicará tão somente as 2ª doses da vacina contra a gripe, no grupo prioritário supracitado.

Recomendações:

* Crianças entre 6 meses até menores de 9 anos de idade que tiveram a recomendação de 2ª dose da vacina contra a gripe devem recebê-la após 30 dias da realização da 1ª dose, na Casa de Vacina.

* Para evitar a gripe ou a sua transmissão também deve-se fazer uso de medidas preventivas de etiqueta respiratória, como: higienizar as mãos com água e sabão ou com álcool gel, principalmente depois de tossir ou espirrar; depois de usar o banheiro, antes de comer, antes e depois de tocar os olhos, a boca e o nariz; evitar tocar os olhos, nariz ou boca após contato com superfícies potencialmente contaminadas (corrimãos, bancos, maçanetas etc.). Manter hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, ingestão de líquidos e atividade física. Pessoas com síndrome gripal devem evitar contato direto com outras pessoas, abstendo-se de suas atividades de trabalho, estudo, sociais ou aglomerações e ambientes coletivos.

Outras informações tanto para população geral como para profissionais de saúde poderão ser acessadas nos links2 :

http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/gripe

https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/publicacoes/category/cartazes

https://www20.anvisa.gov.br/segurancadopaciente/index.php/alertas/item/medidasdeprevencao-e-controle-a-serem-adotadas-na-assistencia-a-pacientes-com-suspeitosouconfirmados-de-infeccao-por-influenza-2 

*A gripe, ou influenza sazonal, inicia-se em geral com febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça, coriza e tosse. A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os sintomas respiratórios como a tosse e outros, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se em geral de três a cinco dias após o desaparecimento da febre. Alguns casos apresentam complicações graves, como pneumonia, necessitando de internação hospitalar. Devido aos sintomas em comum, pode ser confundida com outras viroses respiratórias causadoras de resfriado. Em caso de suspeita de influenza, é necessário procurar uma Unidade de Saúde.

Nota Técnica257.66 KB