Estudantes e professores retornam às escolas em Novo Hamburgo

Estudantes e professores retornam às escolas em Novo Hamburgo

Publicado em 17/02/2020 - Editado em 19/02/2020
Prefeita Fátima participou da abertura do ano letivo pela manhã na EMEF Francisco Xavier Kunst
Crédito
Lu Freitas

Depois de quase dois meses de recesso escolar, cerca de 24 mil estudantes e 1,8 mil professores retornaram às escolas municipais de Novo Hamburgo. Nesta segunda-feira, 17 de fevereiro, teve início o ano letivo de 2020 nas 86 escolas e cinco espaços pedagógicos que compõem a Rede Municipal de Ensino.

Na manhã do primeiro dia de aula, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Francisco Xavier Kunst, no bairro Canudos, a prefeita Fátima Daudt e a secretária de Educação Maristela Guasselli, participaram, junto com os professores, da recepção das crianças, que entraram por um tapete vermelho. “Vim aqui especialmente para trazer o carinho aos professores, pais e alunos neste novo ano letivo. Precisamos de uma educação com qualidade e não medimos esforços para conseguir isso”, enfatizou a prefeita em conversa com a comunidade escolar. À tarde, as boas-vindas ocorreram na EMEF Caldas Júnior, no bairro Santo Afonso. “Para mim, estar aqui é voltar ao tempo, lembrar de amigos que moravam aqui perto. Tenho muito orgulho da Rede Municipal de Ensino. Vocês, professores, são guerreiros e respeito muito vocês. Às crianças, que este seja um bom ano de estudo”, disse Fátima, que estudou na escola em sua infância.

A Secretaria de Educação (SMED) tem destacado e comemorado índices atingidos em 2019 como a aprovação do Ensino Fundamental regular, que aumentou quase 3% desde 2016 e chegou a 95,77% no último ano, e a queda na evasão, que registrou 0,45%, o menor índice dos últimos quatro anos. “Professores e pais estão de parabéns. Nossos índices de desempenho têm aumentado”, vibrou a secretária de Educação, Maristela Guasselli.

No período em que professores e estudantes estavam de recesso, a SMED também intensificou o trabalho de manutenção, obras e reparos que acontecem ao longo do ano mas que foram priorizados já que não havia a circulação de pessoas. Foram realizadas manutenções prediais, drenagem, troca de telhados e forro, reformas nos pisos e em banheiros além de revisão e adequação elétrica.

Seminário de Recepção da Rede Municipal de Ensino

Na sexta-feira, 14, os cerca de 3 mil profissionais que atuam nas escolas e espaços pedagógicos participaram do Seminário de Recepção da Rede Municipal de Ensino. A ação, promovida pela SMED, teve como objetivo reafirmar o carinho, o respeito e cuidado com professores e funcionários. No turno da manhã, estagiários, serviços gerais, merendeiras, diretores, secretários e facilitadores do programa Movimentos e Vivências na Educação Integral (MOVE) acompanharam a palestra com Eduardo Shinyashiki. Já no turno da tarde os mais de 1.800 lugares do teatro foram lotados por professores, equipes diretivas, bibliotecários e coordenadores do MOVE. Com o tema “A escola no contexto educacional do mundo contemporâneo”, a filósofa Viviane Mosé tratou dos desafios da educação na sociedade da informação.

Galeria da notícia