Secretaria de Educação apresenta avanços e propostas em reunião com pais

Secretaria de Educação apresenta avanços e propostas em reunião com pais

Publicado em 02/09/2019 - Editado em 02/09/2019
Secretária Maristela apresentou os resultados da Secretaria para os presidentes das APEMEMs
Crédito
Bruna Provenzano

A Secretaria Municipal de Educação (SMED) de Novo Hamburgo reuniu presidentes das Associações de Pais e Mestres (APEMEMs) e diretores das escolas municipais. Durante o encontro, realizado no auditório do 10º andar do Centro Administrativo Leopoldo Petry e que contou com a presença da prefeita Fátima Daudt, a titular da pasta, Maristela Guasselli, apresentou avanços e conquistas da Rede Municipal de Ensino que conta com 24 mil estudantes matriculados. Na ocasião, também foram comemorados os índices de aprovação do ano anterior. “É um momento para agradecer à comunidade escolar e aos diretores pela parceria nas ações e propostas que desenvolvemos todos os dias nas 86 escolas e cinco espaços pedagógicos que compõem a nossa rede de ensino”, destacou Maristela no encontro que aconteceu na semana passada.

Os pais também puderam conhecer as principais propostas da SMED, que estão centradas na Qualificação da Gestão Educacional, na Ampliação da oferta e revitalização da estrutura física e na Inovação, ciência e tecnologia. Outro tema destacado, durante a reunião, foram os projetos e programas pedagógicos desenvolvidos ao longo do ano como a Femictec, o Fórum da Rede Municipal de Ensino, a Olimpíada de Robótica e a Mostra Curta Inclusão e Diversidade. “Quando a gente vê todas estas informações e atividades apresentadas juntas, percebemos a dimensão do trabalho e das oportunidades que oferecidas para os nossos filhos”, destacou o presidente da APEMEM da EMEF Marcos Moog, Fabiano Pilger, 39 anos.

Foram apresentadas, ainda, algumas das obras entregues nos últimos dois anos e o trabalho realizado para a manutenção dos prédios. Outro destaque foi a evolução da oferta de vagas na Educação Infantil que teve a lista de espera reduzida de 1.800, no início de 2017, para 26, atualmente. “É nossa obrigação mostrar de maneira transparente o trabalho que realizamos. Queremos oferecer o que há de melhor para nossas crianças e jovens e isto também depende da parceria com as famílias”, resumiu a prefeita Fátima Daudt.