Roteiro da coleta seletiva vai acompanhar conta de água a partir de junho

Roteiro da coleta seletiva vai acompanhar conta de água a partir de junho

Linha de apoio
Parceria entre Semam e Comusa reforçará a importância da correta destinação dos resíduos domésticos
Publicado em 28/05/2019 - Editado em 11/06/2019
Tabela com os roteiros da cooperativas Univale e Coolabore está dividida por dias, turnos e bairros
Crédito
Lu Freitas

As informações sobre a coleta seletiva em Novo Hamburgo serão reforçadas a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam) e a Comusa. A partir de junho, junto com a conta de água, os contribuintes receberão a tabela com o roteiro da coleta seletiva, que indica os dias em que a comunidade deve colocar na rua o lixo seco. “É sempre bom reforçar a importância da separação dos resíduos produzidos em casa porque muitas coisas dependem desse gesto que podemos transformar em hábito diário”, afirma a gerente de Tratamento de Destinação Final, Cristiane Hermann.

Ainda existem dúvidas quando se trata da separação de resíduos ou do próprio conceito de lixo seco, segundo a gerente, por isso, as ações e esclarecimentos são permanentes. “Não há necessidade de separar o lixo seco em categorias, como latas, caixas, papéis. Tudo o que for lixo seco pode ir na mesma sacola”, afirma Cristiane.

A correta destinação do lixo seco possibilita uma série de benefícios que quem produz o resíduo em casa pode nem ter noção. O lixo seco é recolhido pelas cooperativas que fazem a triagem de todo o material e fazem com que ele volte para a cadeia produtiva. Além de fazer bem ao meio ambiente, isso permite a geração de renda e trabalho digno para 110 famílias de catadores, que integram as cooperativas Univale e Coolabore, que fazem parte do Catavida, programa de gerenciamento de resíduos sólidos.