Projeto ambiental é finalista do Prêmio Boas Práticas da Famurs

Projeto ambiental é finalista do Prêmio Boas Práticas da Famurs

Publicado em 26/06/2019 - Editado em 02/07/2019
A engenheira química Barbara Potrich Zen coordena o projeto
Crédito
José Renato Oliveira

Promover a conscientização ambiental no âmbito das escolas municipais por meio da compostagem caseira e comunitária. Com esta proposta, em uma parceria das secretarias de Meio Ambiente e de Educação de Novo Hamburgo com o Laboratório de Estudos Ambientais (LEAMET) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o projeto “Valorização de resíduos sólidos urbanos através do incentivo à compostagem caseira e comunitária” está entre os finalistas na categoria meio ambiente do 3º Prêmio Boas Práticas da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs). A premiação será realizada no dia 5 de julho durante o 39º Congresso de Municípios do Rio Grande do Sul, em Bento Gonçalves.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente, cerca de 57% dos resíduos produzidos no município são compostos de matéria orgânica. Em Novo Hamburgo, desde o ano de 2018, mais de 30 escolas da rede municipal de educação infantil e fundamental estão desenvolvendo o projeto, por meio de oficinas de capacitação.

“Desde o ano passado realizamos esta parceria com o LEAMET da UFRGS, capacitando os alunos da rede pública municipal e membros da comunidade em geral na confecção e manutenção das composteiras”, explicou a engenheira química Barbara Potrich Zen, coordenadora do projeto e servidora da Secretaria de Meio Ambiente.

De acordo com a coordenadora, a principal finalidade do projeto é o de promover o aproveitamento dos resíduos orgânicos, através da compostagem, para a produção de adubo e fertilizante para utilização em projetos de construção e manutenção de pátios verdes e hortas das escolas municipais. Ainda, como resultado, também ocorre o aumento da vida útil dos aterros sanitários e uma expressiva redução de custos do município com gestão de resíduos, trazendo ganhos ambientais, sociais e econômicos.

O que é compostagem?

Compostagem é um processo que utiliza resíduos orgânicos, gerados normalmente na preparação de alimentos, para produzir adubo orgânico e um fertilizante líquido conhecido como chorume. O processo de produção de adubo ocorre pela degradação natural dos resíduos, mas pode ser acelerado através da ação de minhocas.

A população pode visitar uma composteira modelo na Secretaria do Meio Ambiente, localizada no 6º andar do Centro Administrativo Leopoldo Petry (Rua Guia Lopes, 4201, bairro Canudos). Mais informações podem ser obtidas no telefone 3594-9935, ramal 9346.

Sobre o Prêmio Boas Práticas Famurs

Estão concorrendo ao 3º Prêmio Boas Práticas Famurs trabalhos desenvolvidos em 178 municípios. Ao todo, 374 projetos disputam o primeiro lugar de dez categorias. São elas: Agricultura; Assistência Social; Comunicação Social; Cultura, Turismo e Lazer; Educação; Fazenda; Meio Ambiente; Mobilidade Urbana e Trânsito; Saúde; e Segurança Pública.

Conforme a Comissão Organizadora do Prêmio, esta edição é que teve maior adesão dos municípios. Em 2018 foram 191 projetos, quase metade das inscrições realizadas neste ano.

Os projetos finalistas por área receberão troféu, placa de homenagem e certificados, conferindo o título de 1º, 2º e 3º lugares, sendo que os primeiros colocados receberão troféu, placa de homenagem, e certificado; projetos classificados em segundo e terceiro lugar, vão receber placa de homenagem e certificado.

Confira o número de projetos inscritos em cada uma das áreas contempladas:

Categorias I Nº de projetos

Agricultura: 29

Assistência Social: 48

Comunicação Social: 13

Cultura, Turismo e Lazer: 48

Educação: 78

Fazenda: 19

Meio Ambiente: 44

Mobilidade Urbana e Trânsito: 14

Saúde: 66

Segurança Pública: 15

Total de projetos inscritos: 374