Prefeitura adquire 5 mil máscaras da Economia Solidária

Prefeitura adquire 5 mil máscaras da Economia Solidária

Publicado em 30/04/2020 - Editado em 04/05/2020
Máscaras serão distribuídas para pessoas de baixa renda e que teriam dificuldades em adquirir para seu uso
Crédito
Lu Freitas

A Prefeitura de Novo Hamburgo está adquirindo 5 mil máscaras de tecido produzidas por integrantes do Programa Economia Solidária da cidade. “Temos dois objetivos com esta medida: estimular o programa, que conta com mais de 200 empreendimentos, atingindo mais de 500 pessoas, e viabilizar máscaras para pessoas de baixa renda e que teriam dificuldades em adquirir para seu uso. Por isso, a proposta é justamente adquirir máscaras reutilizáveis”, reforça a prefeita Fátima Daudt. Uma das formas de fazer chegar as máscaras a quem precisa é distribuí-las juntamente com as cestas básicas.

O Programa da Economia Solidária é executado pela Prefeitura e visa capacitar e formar empreendedores econômico-solidários, tornando-se uma porta aberta a novas oportunidades. São realizadas oficinas de capacitação, preparando as pessoas a gerar o seu trabalho e, por consequência, ter a sua renda. “Economia Solidária é um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver”, explica Nelson da Silva Pinto, responsável pelo programa.

O uso de máscaras, que é obrigatório em Novo Hamburgo desde o dia 25 de abril, passa a ser fiscalizado a partir deste sábado, dia 2 de maio. As máscaras podem ser industrializadas ou de fabricação caseira, devendo estar perfeitamente ajustadas ao rosto e cobrir nariz e boca. “Desde o início tenho incentivado o uso de máscaras, inclusive usando constantemente para servir de exemplo. É sempre uma forma de nos lembrar que o vírus está em nosso meio e precisamos nos proteger contra ele”, lembra a prefeita Fátima Daudt.