Investimentos em obras de macrodrenagem ajudam a evitar alagamentos

Investimentos em obras de macrodrenagem ajudam a evitar alagamentos

Publicado em 02/07/2020 - Editado em 06/07/2020
Rua Carlos Dienstbach foi um dos pontos que recebeu investimentos
Crédito
Lu Freitas

Com a forte chuva desta semana, registrando índices pluviométricos acima de 110 milímetros em menos de 24 horas, a Defesa Civil de Novo Hamburgo atuou percorrendo o município e vistoriando possíveis pontos de transtornos durante o evento climático e o pós-chuva. O órgão esteve nos locais que geralmente eram críticos, como nos bairros Canudos, Santo Afonso e Industrial, constatando que a macrodrenagem do município conseguiu suportar a grande precipitação.

“Registramos alguns problemas pontuais no bairro Santo Afonso devido à forte chuva num curto período, mais em termos gerais, acredito que as recentes obras de macrodrenagem auxiliaram no escoamento das águas pluviais, minimizando os pontos de alagamentos”, explicou o coordenador da Defesa Civil, Tenente Claudiomiro da Fonseca.

Limpeza permanente

Um trabalho constante de limpeza dos arroios e bocas de lobo é realizado pela Secretaria de Obras Públicas, Serviços Urbanos e Viários, o que auxiliou na drenagem das águas da chuva, somado a contínua remoção dos resíduos que são descartados irregularmente em vários espaços.

Obras e mais obras em andamento

Em andamento desde o final do mês de abril, o município está realizando obras de macrodrenagem na Rua Rincão, bairro Petrópolis, no limite com o município de Estância Velha. O investimento é de aproximadamente R$ 919 mil, sendo 100% dos cofres públicos. A obra, que é uma grande reivindicação da comunidade local, vai minimizar os alagamentos do arroio Gauchinho nas ruas Rincão, Setembrino Martins e Holanda.

Já no bairro Boa Vista, as ruas Bento Gonçalves, Júlio Ainchinger e a Avenida Pedro Adams Filho, também estão passando por obras de macrodrenagem, em fase de conclusão, com investimento de R$ 798 mil pelo município.

Outra reivindicação de mais de 30 anos está sendo realizada nas obras de macrodrenagem das ruas 24 de maio, já realizada, e da Rua China, em andamento, onde em um trecho de 400 metros, no bairro Rincão, está recebendo a canalização para escoamento das águas pluviais em direção ao Arroio Luiz Rau. O valor total das obras chegam em torno de R$ 1,1 milhão.

“Estamos com frentes de obras de macrodrenagem em andamento em vários pontos do município. Somadas as obras já realizadas em nossa gestão, estamos minimizando os pontos críticos de alagamentos em nossa cidade e as chuvas recentes provaram que nossos trabalhos estão surtindo o efeito desejado”, comentou o secretário de Obras, Paulo Vargas.

Obras concluídas recentemente

Três novas redes de esgoto pluvial foram construídas, em fevereiro de ano, junto ao Arroio Nicolau Becker, no cruzamento das ruas Santos com Demétrio Ribeiro, no bairro Guarani, onde foram investidos o valor de R$ 250 mil.

Em março, outro ponto da cidade que recebeu uma grande obra de macrodrenagem foi no bairro Santo Afonso, na galeria construída junto a ponte da Rua Manágua, sobre o Arroio Luis Rau. Com o investimento de R$ 500 mil, a obra está proporcionando um bom escoamento das águas pluviais, sem alagamentos, na localidade que era conhecida pelas enchentes no local.

Os moradores das ruas Carlos Dienstbach e Bertoldo Rech, no bairro Rondônia, estão satisfeitos mesmo com as chuvas recentes, os locais não mais alagaram após as obras finalizadas no mês de abril, onde foram investidos cerca de R$ 244 mil com uma construção de 100 metros de uma nova rede pluvial.

Também no mês de abril, a região da Avenida Primeiro de Março, na região dos bairros Ouro Branco e Ideal, receberam nova canalização, num investimento de R$ 334 mil.

Extravasores ajudaram para evitar alagamentos

No bairro Industrial, com a constante desobstrução da canalização e das bocas de lobo, somada a ação de limpeza do Arroio Luiz Rau, fizeram que as chuvas recentes não alagassem os pontos críticos do bairro. “Constatamos que o bairro Industrial não sofreu nenhum ponto de alagamento nas últimas duas fortes chuvas”, comentou Fonseca.

O secretário de Obras, Paulo Vargas, lembra que as obras realizadas, em junho do ano passado, com a construção de um extravasor, junto ao Arroio Luiz Rau, na ponte da Sete de Setembro, contribuiu para minimizar os alagamentos no bairro, na ocasião foram investidos R$ 500 mil na realização da obra. Outro ponto que recebeu uma grande construção de um extravasor de 1.120 metros foi a Rua Ícaro, no bairro Canudos, local que recebeu uma galeria em concreto pré-moldado, assim acabando com alagamentos no local. No total investido foi de R$ 12 milhões, em contrapartida do Governo Federal.