Semam faz palestras para conscientizar sobre separação do lixo

Semam faz palestras para conscientizar sobre separação do lixo

Linha de apoio
Encontros são realizados em escolas e instituições que queiram receber as orientações
Publicado em 09/07/2019 - Editado em 18/07/2019
Cristiane Hermann: "Separar o lixo seco do orgânico é fundamental. É isso que vai fazer a diferença quando as sacolas chegarem na triagem"
Crédito
Divulgação/PMNH

A correta destinação dos resíduos produzidos diariamente é tema frequente de um trabalho desenvolvido pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam). Escolas e instituições estão recebendo a visita da equipe que repassa não somente as orientações sobre a destinação como também fala das consequências das atitudes diante do descarte.

Recentemente, o diretor de Limpeza Urbana, Nilson Zizinho da Silva, e a gerente de Tratamento e Destinação Final de Resíduos, Cristiane Hermann, estiveram no Colégio Marista Pio XII, na Escola Adventista de Canudos, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) João Baptista Jaeger, na EMEF José Bonifácio, Escola Oswaldo Cruz, EMEF Francisca F.P. Saile e na Cáritas da Paróquia São José.

Eles foram recebidos pelas comunidades escolares e integrantes de instituições, e faz parte da proposta fazer com que cada cidadão entenda seu papel individual nesse processo antes de integrar o contexto. Dentre os aspectos essenciais, quando se trata de destinação de resíduos, Cristiane destaca a importância de não misturar o lixo. Por isso, tudo começa em casa. “Separar o lixo seco do orgânico é fundamental. É isso que vai fazer a diferença quando as sacolas chegarem na triagem”, explica Cristiane.

E não para por aí. Separar o lixo, mais do que cuidar do meio ambiente e permitir a reciclagem ou reaproveitamento de materiais, é também promover a geração de renda para muitas pessoas. A triagem dos resíduos é feita por famílias membros das cooperativas que atuam na central que, diante do material devidamente separado têm seu trabalho facilitado, além do aumento do volume aproveitado e também da vida dos aterros sanitários, diminuindo o impacto ambiental.