Comusa substitui tubulações de limpeza de filtros com mais de 20 anos

Comusa substitui tubulações de limpeza de filtros com mais de 20 anos

Linha de apoio
Obra finalizada em outubro foi realizada na Estação de Tratamento de Água
Publicado em 07/11/2019 - Editado em 13/11/2019
Nova tubulação substitui antigas que ainda eram originais da Corsan
Crédito
Divulgação/Comusa

A Comusa - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo, realizou em outubro uma obra de substituição de tubulações que vai garantir a segurança do abastecimento de água no Município. A autarquia renovou canos e ligações responsáveis pela limpeza dos oito filtros de areia da Estação de Tratamento de Água (ETA), alguns, que ainda faziam parte das tubulações originais da Corsan, e já começavam a apresentar problemas de desgaste e vazamentos.

O engenheiro mecânico da Comusa João Calderaro destaca que a reforma no local foi necessária para evitar rompimentos que poderiam causar enormes prejuízos à autarquia. "A tubulação anterior estava começando a apresentar vazamentos. Tínhamos peças originais da época da Corsan que estavam oxidadas pelo tempo. Conseguimos fazer essa substituição e garantir a continuidade do trabalho sem mais problemas", afirma.

O processo de troca das tubulações dos oito filtros levou em torno de uma semana. "Os filtros de areia precisam ser lavados em um determinado período de tempo. Caso isso não aconteça, ele pode ficar inutilizável. Então, precisávamos substituir cada peça em um período de, no máximo, 8 horas", comenta. "E tínhamos dois riscos grandes de manter a tubulação original: caso uma delas se rompesse, em minutos, teríamos uma inundação em toda a área, dificultando o acesso e o conserto do problema. O outro risco é que essas peças levaram em torno de um mês para serem feitas. Ou seja, sem a tubulação não teríamos filtro, sem filtro, não poderíamos enviar água tratada para a cidade e, consequentemente, passaríamos dias sem abastecimento."

Segurança 

Para o diretor-geral da Comusa, Márcio Lüders, a obra vai garantir que a autarquia continue oferecendo uma água dentro dos rígidos padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde, sem risco de um problema sério de desabastecimento. "Desde que assumimos a gestão da Comusa, temos trabalhado para renovar o patrimônio da autarquia, melhorando o tratamento e distribuição da água em todo o Município. Essa substituição vai garantir que os filtros de areia possam ser limpos de uma forma eficiente e rápida, sem risco de um vazamento que possa comprometer a o fornecimento para Novo Hamburgo", comenta. "É um investimento importante que dá segurança para toda a população."

Como funciona:

      A Comusa atualmente utiliza oito filtros de areia em sua ETA, auxiliando no processo de limpeza e tratamento da água.
- As tubulações substituídas recebem a água do reservatório Petry e fazem a limpeza dos filtros de areia pelo menos uma vez a cada 24 horas, dependendo das condições do rio.
- Quando a água do rio apresenta um maior índice de sujeira, a lavagem dos filtros pode ser feita até duas vezes por dia.
- As antigas tubulações já apresentavam oxidação e pontos de vazamento que poderiam comprometer a lavagem dos filtros caso houvesse um rompimento.
- O processo de substituição foi feito ao longo de uma semana.